quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Medo



O medo não pode ser expurgado. Uma das emoções mais constitutivas do nosso cérebro pré-hominídeo. Faz parte da geração de todos os vertebrados; não está provado que faça parte dos invertebrados. Há reacções de fuga, sim, mas não está provado que, nestes, haja a consciência do medo. O cão, o gorila, qualquer animal de quatro patas tem noção de uma ameaça superior às suas forças, à sua capacidade de defesa ou de ataque. O riso também não pode ser expurgado. Nem o sentimento afectivo que nos liga ao outro (podemos chamar-lhe amor, ou outra palavra que quiserem). Como não pode ser expurgado o nojo que sentimos. Afastarmo-nos do podre, do azedo, porque contamina a comunidade e pode gerar uma peste que mata uma grande percentagem da comunidade. É através da racionalidade, do neo-córtex que nós conseguimos controlar o medo. 

Sem comentários:

Enviar um comentário