sábado, 15 de julho de 2017

Fragmentos cruciais


Pessoalmente, sempre me questionei se o cristianismo morreu em Auschwitz, ou se Auschwitz existiu porque o cristianismo nunca foi posto em prática.

Manuel Fraijó, Avatares de la creencia en Dios, Trotta, 2016, p.62

Sem comentários:

Enviar um comentário