domingo, 16 de julho de 2017

A "verdade", para lá, e mais importante, do que a "função"


Segundo Manuel Fraijó, desde a Ilustração (Iluminismo), relativamente à religião, perguntamos pela sua função, mais do que, ou em vez de, a sua verdade. Algo impossível de aceitar, porém, para um filósofo (da religião), que continua, pois, em demanda. E, bem assim, diria eu, para qualquer crente que se sinta vinculado a um dado credo e leve a sério essa pertença. 

Sem comentários:

Enviar um comentário